A Associação


Passado, Presente e Futuro

A Associação Nacional de Revendedores de Combustíveis, ANAREC, torna-se a primeira estrutura associativa nacional a ser fundado após a Revolução de Abril 74.

Com efeito, o seu "nascimento" dá-se numa Reunião Plenária realizada na Figueira da Foz, a 1 de Junho desse ano e por iniciativa dos revendedores de combustíveis líquidos e gasosos de Portugal.

A 29 do mesmo mês, o âmbito da representatividade alarga-se às actividades de garagem, estação de serviço e parque de estacionamento.

Vicissitudes várias não permitem a oficialização imediata e a constituição oficial só se concretiza a 18 de Março de 1977, após publicação no DR de 22 de Agosto desse ano.

Procurou-se, em primeira instância, a inequívoca representatividade nacional dos sectores tutelados.

Os principais objectivos passam pelo relacionamento institucional com as companhias petrolíferas organismos oficiais, principalmente a nível da tutela, com a finalidade da permanente melhoria das condições de comercialização e dignificação do Sector Retalhista dos combustíveis.

Ao longo de mais de duas décadas, a ANAREC procurou manter e desenvolver as melhores relações com estruturas associativas congenéres, nacionais, filiando-se, em 1978, na CCASA - Comissão Coordenadora das Associativas do Sector Automóvel, na Federação do Comércio retalhista Português e nos anos 90, na Prevenção Rodoviária Portuguesa e na Confederação do Comércio e Serviços de Portugal. Em 1999, criou-se o Centro de Arbitragem para o Sector Automóvel, do qual fazemos parte.

A nível internacional, filiámo-nos na International Organisation for Motor Trades and Repairs (1978), na European Parking Association (1983) e na Confederación Internacional de Expendedores de Petróleo (1984).
Mais recentemente, em 1999, tornámo-nos membros-fundadores da European Petrol Retailers Association, com sede em Bruxelas.

São objectivo presentes e futuros a dignificação empresarial e o constante aperfeiçoamento técnico dos revendores de combustíveis, assim como o reconhecimento como parceiros sociais de significativa importância no desenvolvimento da economia nacional.